terça-feira, 24 de agosto de 2010

Por que estudar Sociologia?

A Sociologia tem uma função importante que é nos fornecer instrumentos para uma melhor compreensão do mundo que nos cerca, e em especial, das diversas redes sociais que se formam em torno de nós... Especialmente, nesse momento, com o fortalecimento da globalização, em que o mundo tem suas fronteiras estreitadas, os países se tornam mais acessíveis bem como as culturas se entrecruzam... Pois a sociedade global é um campo de desenvolvimento desigual e de contradições novas, marcando um momento histórico de transição, e como quase todos os momentos de mudança, de transição, são períodos turbulentos, de crise e de dinâmicas indeterminadas, inaugurando também renovação de paradigmas. E possibilitando também outros modos de reinventar o mundo social, em suas crenças e práticas… 
Por isso estudar Sociologia é tão importante, para que entendamos esse novo mundo.

A Sociologia segundo seus Pensadores clássicos:
 Kal Marx
Com o objetivo de entender o capitalismo, Marx produziu obras de filosofia, economia e sociologia, tencionando propor uma ampla transformação política, econômica e social. A principal obra de Marx, O Capital, não é sociológica, mas econômica. Todavia, é preciso elucidar alguns termos de sua fundamentação econômica, por constituírem peças básicas de interpretação. Na verdade, se produziu uma visão principalmente econômica da sociedade, precisamente porque acreditou que a compreensão dos processos históricos não pode ser feita sem referencia às maneiras como os homens produzem sua sobrevivência material.
Desenvolveu o conceito de alienação mostrando que a industrialização, a propriedade privada e o assalariamento separavam o trabalhador dos meios de produção, que se tornaram propriedade privada do capitalista. De acordo com Marx, politicamente o homem também se tornou alienado, pois o principio da representatividade, base do liberalismo, criou a idéia de Estado como um órgão político imparcial, capaz de representar toda a sociedade e dirigi-la pelo poder delegado pelos indivíduos.
A história do homem é, conforme Marx, a história da luta de classes, da luta constante entre interesses opostos, embora esse conflito nem sempre se manifeste socialmente sob a forma de guerra declarada. As divergências, oposições e antagonismos de classes estão subjacente a toda relação social, nos mais diversos níveis da sociedade, em todos os tempos, desde o surgimento da propriedade privada.

 Max Weber
Para Max Weber, a Sociologia é uma ciência que pretende compreender a ação social, interpretando-a, para dessa maneira explicá-la casualmente em seus desenvolvimentos e efeitos.
Segundo Weber, uma dimensão qualquer da ação humana admite sempre a construção de vários tipos, sem que nunca se esgote a complexidade infinita da realidade. Por esta razão, nenhum dos tipos construídos deve ser considerados mais que um instrumento limitado e provisório de investigação. A expressão “ideal” sublinha precisamente o fato básico de que os tipos sociológicos só existem no plano da idéias, não na realidade.
A sociologia Weberiana conclui que, no mundo moderno, a burocracia é o exemplo mais típico do domínio legal, nos limites da legitimidade. Estendendo sua análise tipológica às formas de dominação social, a Sociologia weberiana distingue três tipos de dominação legítima, cada qual com sua base, a saber: a legalidade, a tradição, o carisma.
Weber construiu os conceitos sociológicos básicos a partir de uma tipologia geral da ação social. Sempre ressalvando o caráter ideal desses tipos, ele distingue quatro categorias de ação por seu sentido subjetivo.
1.    A ação racional com relações afins, determinadas por expectativas no comportamento tanto de objetos do mundo exterior como de outros homens.
2.    A ação racional com relação a valores, determinada pela crença consciente no valor seja éticos, estéticos, religiosos ou de qualquer outra forma como seja interpretado.
3.    A ação afetiva, especialmente emotiva, determinada por afetos e estados sentimentais atuais.
4.    A ação tradicional, determinada por um costume arraigado.

 Durkheim distingue os fatos sócias em três características:
1.    A coercitividade, ou seja, a força que os fatos sociais exercem sobre os indivíduos levando-os a conformar-se às regras da sociedade em que vivem, independentemente da sua escolha e vontade. O grau de coerção dos fatos sociais se torna evidente pelas sanções a que o individuo estará sujeito quando tenta se rebelar contra elas. Estas sanções podem ser legais ou espontâneas. Sanções legais são aquelas prescritas pela sociedade, sob a forma de leis. Sanções espontâneas seriam as que aflorariam como decorrência de uma conduta não adaptada a estrutura da sociedade ou do grupo ao qual o individuo pertence.
2.    A exterioridade, os fatos sociais existem e atuam sobre os indivíduos independentemente de sua vontade ou de sua adesão consciente.
3.    A generalidade, segundo Durkheim, é social todo fato que é geral, que se repete em todos os indivíduos ou, pelo menos, na maioria deles.
Uma vez identificados e caracterizados os fatos sociais, Durkheim procurou definir o método de conhecimento da sociologia. Para ele, a explicação cientifica exige que o pesquisador mantenha certa distancia e neutralidade em relação aos fatos, resguardando a objetividade de sua análise.
A sociologia, de acordo com Durkheim, tinha por finalidade não só explicar a sociedade como também encontrar soluções para a vida social. A sociedade, como todo organismo, apresentaria estados normais e patológicos, isto é, saudáveis e doentios.
Durkheim considera um fato social como normal quando se encontra generalizado pela sociedade ou quando desempenha alguma função importante para sua adaptação ou sua evolução.

7 comentários:

  1. Eu, como socióloga também, não poderia deixar de amar esse blog.

    Não sabia que você o tinha!

    Ótimos temas, ótima iniciativa!

    Parabéns!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá, vim aqui conhecer o seu cantinho..gostei muito...meus parabéns!Te convido a conhecer o meu e ser minha seguidora...www.docecabanna.blogspot.com e www.cabannabreshopping.blogspot.com. vendo vestidos importados e maquiagens...de deixar qq mulher doidinha, uahuahauha.. Sem falar que, é um cantinho para expor nossas idéias, dar sugestões...Gostaria que fizesse parte disso. TA ROLANDO OSEGUNDO SORTEIONO BLOG, SORTEIO DO conjunto cedido por ROGÉRIO RINALDI, um designer de jóias com mais de 20 anos no ramo, porém, que resolveu criar seu próprio nome no mercado agora. Trata se de um conjunto de pulseira e brinco, feito em prata 925 (a melhor prata que existe, com apenas 5% de cobre), banhada em ouro. A peça dele semelhante a esta é vendida a 300 reais. Esta, é exclusiva.
    Voce não pode ficar fora desta!!!! te aguardo.

    Um grande beijo!!!!

    ResponderExcluir
  3. Titanium Necklaces Titanium Necklaces
    The significance of Arbor Day is not everyone in the Arbor Day is the day to plant a tree, but by another Arbor Day coming, so that concerns us more green

    and environmental protection issues. March 12 is Arbor Day, I hope everyone can use their own power to do some meaningful things love the earth!

    ResponderExcluir
  4. Gosto muito desse site também! Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. parabéns pessoal pelo site.... muito bom

    ResponderExcluir
  6. Que bom este site isso é sociologia pura, ótima essa iniciativa!

    ResponderExcluir
  7. Amo Sociologia quero aprender a entender a sociedade e suas mudança quero participar deste blog também beijos.

    ResponderExcluir